sexta-feira, 15 de junho de 2012

Companheiro, que alegria!


Quando te vi companheiro,
que alegria!

Não sabia teu destino,
nem teu paradeiro.
Sim, sei que resistia!

O rio Yuro, margem estreita,
as montanhas da Marquetalia,
uma visão da Serra Maestra,
há uma inspiração que nos valha!

...

Um comentário:

Cristina ferber vieira lessa disse...

Este poeta esteve em Cuba, com certeza! Que viagem interessante deve ter sido! E o rio que ainda resiste tem peixe?